• Gustavo Gaiarsa

FirenzeCard. O que é? Quanto custa? Vale a pena?

Florença é conhecida como o berço do Renascimento. Aqui, sob o mecenato de famílias ricas e poderosas como os Medici, nasceram, viveram e trabalharam inúmeros artistas fundamentais para a história da arte, como Donatello, Leonardo Da Vinci e Michelangelo, entre centenas de outros.

Toda essa história e riqueza artística deixou como herança para a cidade uma coleção de esculturas, quadros e monumentos sem igual no mundo, distribuida pelas ruas da cidade e por suas dezenas de museus.

Conhecer as principais obras desse acervo não é fácil, a melhor forma é certamente através de uma visita guiada com um guia brasileiro autorizado, seja pela cidade, seja por um ou mais de seus museus.


O que é o FirenzeCard? Caso você não planeje com antecedência, visitar museus em Florença pode ser uma experiência frustrante.


Se você deixar para comprar os ingressos na última hora, sem reservar o horário de entrada, as filas podem ser enormes e muito demoradas.


Pensando nisso, a prefeitura da cidade, junto com a administração de diversos museus, criou o FirenzeCard, um cartão que dá direito a visitar 72 museus da cidade, com fila rápida e preferencial, a um custo de €85. O cartão vale por 72 horas à partir da ativação.


Vale a pena? A resposta mais correta é: depende.

Se você quiser visitar somente um ou dois museus, como as indefectíveis Galeria da Academia (ingressos com hora marcada a €16) e Galeria Uffizi (ingressos com hora marcada a €24), não. É melhor reservar os ingressos com antecedência, ou contratar uma visita guiada, nesse caso posso resevar seus ingressos.

Agora, se você quiser visitar muitos museus, ou, por exemplo, conhecer TODAS as obras de Michelangelo em Florença, a resposta é sim.

Um tour sobre Michelangelo, por exemplo, pode incluir visitas à Casa Buonarroti, Museu Bargello, Palazzo Vecchio, Capela Medici, Galeria da Academia, Galeria Uffizi, Museo dell'Opera del Duomo, Complexo de San Lorenzo e Basílica de Santa Croce. Para visitar todos esses museus e monumentos você gastaria só com ingressos mais de €100 e ainda teria que pegar filas. Nesse caso, vale MUITO a pena o FirenzeCard.

Como funciona? À partir do momento da ativação, ou seja, do momento em que você utilizar o cartão para entrar no primeiro museu, o cartão vale por 72 horas e dá direito a entrar uma única vez nos museus conveniados.


O cartão é pessoal e intransferível, custa €85, e pode ser adquirido online através desse link ou em 10 pontos de venda em Florença (Info Point Turístico da Estação Santa Maria Novella, Info Point da Via Cavour, ou nas bilheterias do Palazzo Vecchio, Museu Bardini, Capela Brancacci, Museu Bargello, Galeria Uffizi, Palazo Strozzi, Santa Maria Novella e do Palazzo Pitti).

Para maiores informações sobre o FirenzeCard, dê uma olhada no site oficial da iniciativa, disponível em inglês ou italiano.

Boa viagem, e não se esqueça de marcar suas visitas a Florença com a Pomodoro Tours.

#guiabrasileiro #toscana #sigaessetomate #guianatoscana #italia #viagemeturismo #florença #firenze #tourguide #pomodorotours #privatetour @pomodorotours #firenzecard #viagem #dicas #ingressos #museus #uffizi #accademia

Pomodoro Tours di Pelosini Gaiarsa Gustavo P.IVA 06723760481

  • Facebook
  • Instagram